Textos

A LINHA DOS CIGANOS NA UMBANDA

 

Quem São Os Ciganos?

São espíritos que, em encarnações passadas, viveram em diversos lugares do globo terrestre, sob a égide de uma cultura nômade. Os ciganos são pessoas que não pertenceram a lugar algum em especifico. Eram pessoas livres que não se apegaram a objetos, locais e pessoas, mas preferiram viver em total liberdade. A Linha dos ciganos não é formada por espíritos que pertenceram apenas uma raça, mas a várias raças e povos. Logo, não são apenas espanhóis, egípcios, africanos, romenos, antes, é formada por espíritos que viveram em inúmeros lugares, vivenciando, como já disse, a cultura nômade. Inclusive, isso é pré-requisito para que um espirito adentre a Linha dos Ciganos.

A Quanto Tempo a Linha dos Ciganos se Organizou na Umbanda?

A linha dos ciganos é a penúltima mais recente. Os ciganos começaram a trabalhar como linha, de modo organizado, há mais ou menos uns 20/25 anos atrás. Embora os ciganos já se manifestassem anteriormente, incorporados em seus médiuns de modo solitário, a estrutura espiritual e organizada da linha dos ciganos se deu a mais ou menos 20/25 anos atrás. A linha dos malandros é a mais recente na Umbanda, seguida pela linha dos ciganos.

Nível Evolutivo dos Ciganos

A linha dos ciganos não é um grau espiritual, ou seja, ninguém evolui para Ciganos. Ou o espirito viveu a cultura nômade ou não, e se viveu e tem evolução espiritual o suficiente, poderá ingressar na linha dos Ciganos, que está situada no nível/grau evolutivo 1 e 2, e não tem mais necessidade de reencarnar (se não compreender essa parte, leia o texto “arquétipo de umbanda”).

Qual a Origem dos Ciganos?

De acordo com os estudiosos do tema, não se pode precisar qual a real origem do povo cigano, entretanto, alguns acreditam que esse povo emergiu da Índia, onde teriam feito parte de uma sub-casta que foi, nessa teoria, expulsa daquele país. Nessa diáspora, nessa saída da índia, o povo cigano teria passado pelo Egito, pela Europa, pela África, pelas Arábias, e hoje manifestam uma cultura riquíssima.  Todavia, não se pode precisar a sua origem.

A Cultura Cigana Tem influência no Brasil?

Aqui no Brasil, nós somos muito influenciados pela cultura cigana: cortina, almofada, tacho de cobre, caldeirão, canja de galinha, o amor pelos cavalos, bombacha, churrasco, tudo isso tem uma ligação forte com o povo Cigano, mas acabamos não percebendo que tais elementos e hábitos pertencem aquela cultura.

O Mistério Cigano e o Orixá Sustentador

Os Ciganos representam a liberdade, a alegria, e atuam sob a regência de Logunan, que traz o mistério do Tempo. O povo cigano vive no tempo: são filhos da lua, das estrelas, do vento, da natureza. Todavia, o povo cigano também tem um mistério relacionado a Oxumaré porque o cigano sempre traz as cores e alegrias; se vestem com roupas coloridas, que é uma maneira de manter a vida alegre e viva. Os Ciganos estão sempre cantando, dançando, e por ser um povo que sofreu muito preconceito, eles representam a quebra de preconceitos, a quebra de paradigmas, por isso têm uma ligação forte com Oxumaré, embora o primeiro mistério seja de mãe Logunan – mistério do Tempo –, há também essa forte ligação com pai Oxumaré, como já disse, nas suas cores, na liberdade e na força que eles trazem relacionada ao amor.

Cabe ressaltar também a regência de um terceiro orixá como influência sobre a linha dos ciganos: trata-se da mãe Egunitá (ou Oro-Iná), que traz esse mistério oriental. Devemos lembrar que os ciganos são devotos de Santa Sara Kali, que, na Umbanda, é sincretizada com a mãe Egunitá.
 
Por trabalharam muito a desrepressão, a liberdade, os ciganos nos ajudam a vencer os nossos preconceitos, nossas amarras sociais, nossos limites discriminatórios, pautado em conceitos distorcidos.  Os ciganos nos ajudam a nos livrar das máscaras que criamos no dia-a-dia nos diversos papeis sociais que desempenhamos: pai, mãe, profissional, estudante, mestre, sacerdote, etc, etc. Acabamos ficando presos em rótulos e deixando de viver uma vida livre, e os ciganos nos ajudam a lidar com isso, nos conduzindo a plena liberdade, sem amarras, sem apegos, sem limites impostos.


Cigano Incorporado Fala que Língua?

Ora, a Umbanda é uma religião brasileira, logo, por mais enrolado que ele fale o deverá falar a língua portuguesa. De fato, há uma linhagem cigana que falava o espanhol quando em vida, daí ouvimos algumas entidades quando incorporadas falarem um “portunhol”, todavia não são obrigados a falar assim. 

Vejo que, durante a incorporação dos Ciganos, alguns médiuns forçam um “portunhol” de péssima qualidade, pois acreditam que os ciganos devem falar assim. Todavia, a principal língua dos clãs ciganos é o Romanês, e eu estranho nunca ter vido um médium arriscar uma palavra sequer nesse dialeto. Médiuns, os ciganos falam português, isso aqui é Umbanda, entendem? Não é necessário forçar nada. Até porque, como eu disse, se formos nessa direção, teríamos que ter ciganos falando dialetos africanos, egípcios, etc, etc., pois os ciganos não são de apenas um lugar?
 
Além do mais, não confunda a cultura cigana com os ciganos. Na umbanda, a cultura sob a qual os ciganos trabalham é a da religião de Umbanda, e ponto final. Toda orientação que o cigano dá a um consulente é baseado na doutrina umbandista: as velas, rezas, firmezas, oferendas, banhos, tudo está dentro da Umbanda, porque embora o cigano tenha a sua cultura, na Umbanda ele respeita os nossos fundamentos religiosos, não confunda as coisas.
 
Não é o dialeto do Cigano que vai ou não comprovar a sua evolução e trabalho benéfico, e sim a sua vibração e o seu magnetismo quando incorporados. Não adianta tentar engessar a espiritualidade. O cigano tem que se fazer entender, e ponto final. Isso é o mais importante a ser entendido.

 
A Cultura Nômade do Povo Cigano

Quando o povo cigano chegou ao Brasil, assim como em outros lugares, eles não tinham pátria, não tinham rastro, não tinham vinculo, não tinham identidade, não tinham praticamente nada. Isso porque o Cigano manifesta a cultura nômade, ou seja, o cigano não e de ninguém, de lugar algum, é totalmente desapegado de lugares e objetos. Por isso que, tentar rastrear a origem do povo cigano, por mais próximo que se possa chegar, é uma tentativa vã.

E Existe Exu Cigano e Pomba – Gira Cigana?

Bem, devemos compreender duas coisas distintas. Primeiro, se no seu terreiro não há um trabalho com o povo cigano, pode ser que o teu cigano ou cigana encontre espaço nas giras de esquerda para incorporar e trabalhar, e isso não significa que se trata de um Exu ou Pomba-Gira Cigana, certo? Segundo, há os ciganos que, quando encarnados, trabalhavam como guardiões do seu povo, e, por conta disso, hoje trabalham como Exu Cigano e Pomba – Gira Cigana. Logo, sabendo diferenciar estas duas coisas, podemos afirmar tranquilamente que sim, existe Exu Cigano e Pomba – Gira Cigana, espíritos devotos de Santa Sara Kali, inclusive. Uma coisa é a cigana Esmeralda, outra coisa é a Pomba - Gira Cigana Esmeralda, certo?
 
O Baralho Cigano

O Baralho Cigano é um oráculo do povo cigano, utilizado para ler a sorte, dar orientações e conselhos. Além do Baralho, há também outros mecanismos utilizados pelos ciganos para ler a sorte, como a leitura de mão, por exemplo.

Mentiras a Respeito do Povo Cigano
 
Bem, ouvimos dizer que os ciganos são ladrões de crianças, o que é uma verdadeira blasfêmia de quem não se dignou a estudar o mínimo a respeito o povo cigano. Na Idade Média, as mulheres engravidavam e se escondiam para ter o filho porque não eram casadas. Após o filho ter lhes nascido, deixavam a criança próximo a uma tenda Cigana, e os ciganos, caritativamente, criavam a criança.  Como o povo cigano não para em lugar algum, levavam os pequenos quando dali se retiravam. Logo, não há o que se falar em o povo cigano ser ladrão de crianças, isso é desconhecimento.

A Sra. Cigana Salomé 



Não posso deixar de agradecer a Sra. Cigana Salomé, que me ampara na Umbanda. Muito obrigado, minha mãe! Arriba Cigana! Salve o Povo Cigano! 


Um Saravá Fraterno a Todos!


Dúvidas e Perguntas:
E-mail: jaderoliveira.j@hotmail.com

 
Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda
Enviado por Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda em 10/02/2016
Alterado em 11/02/2016

Música: Cigana da Estrada Veja meu destino - Desconhecido

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários