Textos

LINHA ÍGNEA OU DA JUSTIÇA: ORO-INÁ


ORO INÁ NA UMBANDA SAGRADA: O TRONO FEMININO ÍGNEO OU DA JUSTIÇA
 
Oro Iná é uma orixá feminina personificada como o fogo cósmico divino que purifica os sentimentos, emoções e instintos desvirtuados. É uma divindade ígnea que forma par puro com o orixá Xangô no Trono Ígneo ou da Justiça, reconduzindo para o caminho da evolução e do aperfeiçoamento espiritual e moral aqueles que se afastaram do caminho do equilibro e da razão.
 
Oro Iná era (e ainda é) muito conhecida como uma das qualidades de Iansã, chamada Egunitá, todavia Iansã (ou Oyá) e Oro Iná são orixás diferentes, com campos de atuação individualizados e particulares, ou seja, não se trata da mesma orixá, embora haja semelhança entre as duas divindades. Oro Iná aparece pela primeira vez na literatura do falecido Pai Rubens Saraceni, e hoje (escrevo em 2017) seu culto já é bem difundido no Brasil, especialmente na Umbanda Sagrada, vertente oriunda da aplicação dos ensinamentos trazidos do Astral Superior pelo Pai Rubens Saraceni.
 
Oro Iná é uma orixá cósmica, ativa e absorvedora, que é evocada para limpezas, purificações e quebras de magias diversas por meio de suas ondas vibratórias ígneas. Ela é a temida Senhora do Fogo Divino, da chama purificadora e abrasadora que limpa os mentais dos seres negativados pelas suas trevas emocionais; que purga os ambientes familiares e terreiros de Umbanda. É Importante lembrar que a orixá Oro Iná também pode fazer um par misto com Ogum, além de se polarizar num par puro com Pai Xangô, logo, ela é uma servidora de Olorum tanto na Lei quanto na Justiça Divina.
 
CAMPOS DE ATUAÇÃO DE ORO INÁ

Oro Iná pode atuar nos campos dos demais orixás que compõem as Sete Linhas de Umbanda, ou seja, pode atuar no campo de Oyá-Tempo, Oxalá, Oxum, Oxumaré, Oxóssi, Obá, Xangô, Egunitá, Ogum, Iansã, Obaluaiê, Nanã, Yemanjá e Omolu.  Lembrando que Umbanda não denominados de qualidades os caminhos ou qualidades dos orixás, mas sim, de modo geral, chamamos de Campos de Atuação os diversos enfoques e direcionamentos que um orixá pode dar ao conduzir um filho de Umbanda.
 
LENDA SOBRE DE ORO INÁ.
 
A Terra era uma grande massa incandescente de fogo e Olofin sabia que não haveria nenhuma possibilidade de vida, então enviou Yemowo – esposa de Òrìsà-Nlá para que apagasse este imenso fogo. Yemowo trabalhou arduamente e a cada emanação de seu àse formou-se uma camada. Quando formou-se a crosta terrestre o fogo tinha se extinguido, mas ficou completamente coberta pelas águas salgadas. Oro Iná ficou aprisionada no centro da Terra, não conformada com seu destino foi ver Olódúmarè do qual lhe repreendeu por sua atitude anterior de querer a Terra somente para si. Mas com Sua bondade e sabedoria o Deus Supremo lhe disse: “Esta pagando pela sua própria culpa, terá completo domínio sobre o centro da Terra, mas a cada período de tempo, poderá mostrar aos habitantes da Terra a fúria de sua voz e sua descendência”.

A voz da qual o mito retrata é o estrondo dos vulcões em erupções e a descendência são as lavas incandescentes.
 
ARQUETIPO DOS FILHOS (AS) DE ORO INÁ
 
No Positivo:
 
Extrovertidos
Falantes
Fortes
Guerreiros
Líderes Naturais
Determinados
Criativos
Sociais
Intuitivos
Gostam de se arrumar e chamar a atenção
Preferem cores fortes e vibrantes
Apreciam as festas
Tem muitos conhecidos (mas poucos amigos)
Racionais
Julgadores
Honestos
Sexualidade e sensualidade fortes (gostam muito de sexo)
Apaixonados
Pró-Ativas
Engenhosas
Etc.
 
No Negativo:
 
Coléricos
Ciumentos
Teimosos
Dominadores
Excêntricos
Agressivos
Impacientes
Costumam perder o controle emocional e podem partir para agressão física em determinadas situações
Explosivos
Temperamentais
 
Obs. A depender da localização de Oro Iná na coroa mediúnica do médium (de frente, adjunto/auxiliar ou ancestre) as qualidades dessa Mãe podem sofrer algumas variações.
 
INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE ORO INÁ
 
Saudação: Kali Yê, Minha Mãe
 
Cor: Laranja, Dourado e Vermelho
 
Elemento: Ígneo (Fogo)
 
Ponto de Força: Montanhas e/ou Pedreiras, com Xangô
 
Sincretismo: Santa Sara Kali
 
Data Comemorativa: 24/05 (em nossa Casa)
 
Dia da Semana: Quarta-Feira
 
 
A NECESSIDADE DE UM (A) FILHO (A) DE ORO INÁ
 
Alcançar o equilíbrio, a ponderação, a justaposição espiritual, emocional e moral, por meio da razão, que deve suplantar o emocional oscilantes e desequilibrado que tende a prejudicar com veemência os filhos e filhas de Oro Iná.

Dúvidas e Perguntas:
E-mail: jaderoliveira.j@hotmail.com
Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda
Enviado por Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda em 21/07/2017
Alterado em 24/07/2017

Música: Elemento Fogo.wmv - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários